Caboclo - Repositório Institucional UFRB CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas CCAAB - Cursos de Graduação CCAAB - Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas - TCC
Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2422
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Washington Luiz Correia-
dc.date.accessioned2023-05-25T18:55:27Z-
dc.date.available2023-05-25T18:55:27Z-
dc.date.issued2014-11-
dc.identifier.urihttp://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2422-
dc.description.abstractThe Brazil from the 1990s, shows the share of solidary economic enterprises as organized segments of collective, cooperative and self-managed form as an alternative to the problems faced by the population of the working class, especially in relation to extreme concentration of income, casualization of jobs work and social exclusion, both in urban and rural areas. However, the challenge of strengthening and sustainability of solidarity economic enterprises permeates coordinated actions among the various players in the national and international level. In this sense, it is understood that the field of solidarity economy consists of solidary economic enterprises (organized in a diversified way), by supporting organizations, advisory and promotion (university incubators, non-governmental organizations, trade union movement, church / pastoral, among other ) and government organizations (local, state and national). This study aimed to analyze the experience of consultancy and fostering a network of supportive economic enterprise formed for women located in the Territory of Sisal, from the Regional Cooperative of Artisans fibers of the Hinterland, the relationship with the university extension of the Entrepreneurial Incubator University of Solidarity Federal Reconcavo of Bahia, as an example of one of these agents - held at the Women Fiber Project: Strengthening Regional Territory Craft in Sisal. Thus, we sought to observe the activities undertaken advisory and funding the network that makes up this solidarity project, as well as to analyze its contribution in strengthening solidarity practices, focusing on the use of social technologies with idealized methodologies to combine capabilities and initiatives activities conducted through interaction and exchange of knowledge between the members and supporters of the projects. Results were achieved in the institutional strengthening of the experience of supportive economic enterprise network, facing the emacipatória autonomy regarding decision making and income generation from sustainable practices, but also the contribution of university extension of formative processes for scholars in relation to research and university education. Of course, the self-managed enterprises bring significant benefits to society, either by socio-productive inclusion is by strengthening the processes of citizenship for women backcountry, but also in relation to the university as a guy who can contribute and have contribution to the processes of generation knowledge and learning focused on territorial development.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Recôncavo da Bahiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEconomia solidáriapt_BR
dc.subjectTecnologia socialpt_BR
dc.subjectExtensão universitáriapt_BR
dc.subjectSisalpt_BR
dc.titleEconomia solidária e extensão universitária: uma experiência no Território do Sisalpt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.description.resumoO Brasil, a partir da década de 1990, apresenta a participação de empreendimentos econômicos solidários como segmentos organizados de forma coletiva, cooperada e autogestionária como alternativa aos problemas enfrentados pela população da classe trabalhadora, principalmente em relação à extrema concentração de renda, precarização dos postos de trabalho e exclusão social, tanto na zona urbana quanto rural. Contudo, o desafio do fortalecimento e sustentabilidade de empreendimentos econômicos solidários perpassa por ações articuladas, dentre os diversos agentes no âmbito nacional e internacional. Neste sentido, entende-se que o campo da economia solidária é constituído por empreendimentos econômicos solidários (organizados de maneira diversificada), por entidades de apoio, assessoria e fomento (incubadoras universitárias, organizações não governamentais, movimento sindical, igrejas/ pastorais, entre outros) e por organizações governamentais (municipal, estadual e nacional). Este trabalho buscou analisar uma experiência de assessoria e fomento a uma rede de empreendimento econômico solidário formado por mulheres situadas no Território do Sisal, a partir da Cooperativa Regional de Artesãs Fibras do Sertão, na relação com a extensão universitária da Incubadora de Empreendimentos Solidários da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, como um exemplo de um destes agentes - realizada no Projeto Mulheres de Fibra: Fortalecimento do Artesanato Regional no Território do Sisal. Assim, procurou-se observar as atividades desenvolvidas de assessoria e de fomento na rede que compõe este empreendimento solidário, bem como analisar sua contribuição no fortalecimento das práticas solidárias, tendo como foco a utilização de tecnologias sociais com metodologias idealizadas para combinar capacidades e iniciativas e atividades conduzidas por meio de interação e troca de saberes entre os apoiadores e os associados dos empreendimentos. Foram alcançados resultados tanto no fortalecimento institucional da rede da experiência do empreendimento econômico solidário, voltado para a autonomia emacipatória com relação à tomada de decisões e de geração de renda a partir de práticas sustentáveis, mas também de contribuição na extensão universitária de processos formativos para acadêmicos na relação com a pesquisa e o ensino universitário. De certo, os empreendimentos autogeridos trazem relevantes benefícios à sociedade, seja pela inclusão sócio-produtiva seja pelo fortalecimento dos processos de cidadania para mulheres sertanejas, mas também na relação com a universidade como um sujeito que pode contribuir e ter contribuição para os processos de geração de conhecimentos e saberes voltados para o desenvolvimento territorial.pt_BR
dc.degree.levelTecnólogopt_BR
dc.contributor.advisor1Velloso, Tatiana Ribeiro-
dc.contributor.referee1Santana, José da Conceição-
dc.contributor.referee2Costa, Geraldo Sampaio-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRBpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.subject.enSolidarity economypt_BR
dc.subject.enSocial technologypt_BR
dc.subject.enUniversity extensionpt_BR
dc.subject.enSisalpt_BR
Appears in Collections:CCAAB - Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Economia_Solidaria_Extensao_TCC_2014.pdf745,01 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.