Caboclo - Repositório Institucional UFRB CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas CCAAB - Cursos de Graduação CCAAB - Bacharelado em Medicina Veterinária - TCC
Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2076
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.degree.level: Bacharelado
Title: Hidroalantoide em vaca: relato de caso
metadata.dc.creator: Correia, Caroline Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Aguiar, Cristiane Silva
metadata.dc.description.resumo: A hidropsia dos anexos fetais é uma condição obstétrica anormal de acúmulo de líquidos placentários que excedem o volume fisiológico, sendo a espécie bovina a mais acometida. Podendo ser classificada em hidroâmnion, hidroalantoide e hidroamnioalantoide quando o aumento é do líquido amniótico, alantoide ou de ambos, respectivamente. O hidroâmnio é decorrente de malformações fetais e seu acometimento é progressivo e lento. O hidroalantoide tem maior prevalência e é observado no terço final da gestação, com acometimento agudo. O animal apresenta abdome intensamente distendido, com forma arredondada. Em sua grande maioria, os fetos são normais, porém pequenos e fracos, e a placenta se apresenta de aspecto normal, porém com número reduzido de placentônios. O hidroamnioalantoide é extremamente raro. O diagnóstico é baseado na distensão abdominal associada a outros sinais clínicos como inapetência e dispneia. O prognóstico depende do grau de severidade e extensão do comprometimento vascular. Apesar de ser considerada uma patologia esporádica, esta coloca em risco avida materna e fetal, visto assim a importância de ser colocada como diagnóstico diferencial em patologias que cursam com aumento exagerado de volume abdominal no período gestacional. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de hidropsia dos envoltórios fetais em uma vaca leiteira da raça girolanda, de 10 anos de idade, plurípara, com histórico de parto distócico, que no terço final da gestação apresentou aumento exacerbado de volume abdominal bilateralmente com formato arredondado e tenso. Encaminhada ao Hospital de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, esta permaneceu em assistência continuada para acompanhamento gestacional e auxílio ao parto. Neste período, foram realizadas avaliações clínicas diárias, exames de palpação retal e diagnóstico por imagem, que enfatizaram a suspeita clínica de hidropsia. Devido a abundante distensão uterina por excesso de líquido placentário, não foi possível mensurar o feto, bem como palpar regiões mais craniais na palpação transretal. O hidroalantoide foi confirmado durante o trabalho de parto eutócico pela característica e volume de líquido liberado durante a sua fase expulsiva, bem como a ausência de malformações do feto e baixo peso ao nascer padronizado para a raça.
Keywords: Gestação
Hidropsia
Obstetrícia veterinária
Placenta
Bovino
Hidroalantóide - Patologia gestacional
Abstract: Fetal appendage hydrops is an abnormal obstetric condition of accumulation of placental fluids that exceeds physiological volume, and the bovine species is the most affected. It can be classified as hydroamnion, hydroalantoid and hydroamnioalantoid when the increase is amniotic fluid, allantoid or both, respectively. The hydroamnium is due to fetal malformations and its involvement is progressive and slow. Hydroalantoid has a higher prevalence and is observed in the final third of pregnancy, with acute involvement. The animal has an intensely distended abdomen with a rounded shape. Most of the fetuses are normal, but small and weak, and the placenta is normal in appearance, but with a small number of placentons. Hydroamnioalantoid is extremely rare. The diagnosis is based on abdominal distension associated with other clinical signs such as inappetence and dyspnea. Prognosis depends on the degree of severity and extent of vascular involvement. Although considered a sporadic pathology, it endangers the maternal and fetal life, thus the importance of being placed as a differential diagnosis in pathologies with an excessive increase in abdominal volume in the gestational period. The aim of this study is to report the case of fetal sheath hydrops in a 10-year-old, pluriparous Girolanda dairy cow with a history of dystocic calving, which in the final third of gestation had an exacerbated bilateral increase in abdominal volume, rounded and tense. Referred to the Hospital de Medicina Veterinária of the Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, she remained in continuous assistance for gestational follow-up and delivery assistance. During this period, daily clinical evaluations, rectal palpation examinations and diagnostic imaging were performed, which emphasized the clinical suspicion of hydrops. Due to the abundant uterine distention due to excess placental fluid, it was not possible to measure the fetus as well as palpate more cranial regions on transrectal palpation. Hydroalantoid was confirmed during eutocic labor by the characteristic and volume of fluid released during its expulsive phase, as well as the absence of fetal malformations and low birth weight standardized for the breed.
metadata.dc.subject.en: Pregnancy
Hydrops
Veterinary obstetrics
Placenta
Bovine
Hydroalantois - Gestational pathology
Publisher: Universidade Federal do Recôncavo Baiano
metadata.dc.publisher.department: CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas
Issue Date: Nov-2019
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL::FISIOPATOLOGIA DA REPRODUCAO ANIMAL
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2076
Appears in Collections:CCAAB - Bacharelado em Medicina Veterinária - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hidroalantoide_Vaca_Relato_TCC_2019.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.