Caboclo - Repositório Institucional UFRB CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas PPGEA - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola CCAAB - PPGEA - Dissertações
Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2782
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorJesus, Djalma Santos de-
dc.date.accessioned2023-10-06T20:57:10Z-
dc.date.available2023-10-06T20:57:10Z-
dc.date.issued2021-08-16-
dc.identifier.urihttp://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2782-
dc.description.abstractThe aim of this work is to evaluate the laminar erosion of a micro-basin (16 ha) in process of desertification, in order to identify the causes of its degradation. The study area is located in the middle course of the Salitre River, located in Campo Formoso, state of Bahia. For that, data on soil, topography and use and occupation of the area were collected. Topography characterization used unmanned aerial vehicle (UAV) with precision optical equipment. The Universal Soil Loss Equation (USLE) was parameterized and applied to calculate gross erosion, whose value, multiplied by the sediment delivery ratio (SDR), allowed the estimation of sediment production due to laminar erosion. This value was compared to the rate of soil formation in the region. Additionally, the ages of 53 pedestals were calculated, micro elevations that resisted laminar erosion due to the presence of roots. The results show that the average annual soil production in the micro-basin was 71 Mg ha-¹, a magnitude from three to one hun dred times greater than the rate of soil formation at the area. The annual tolerance limit for soil loss is 1 Mg ha-¹, a value seventy times lower than the sediment production in the micro-basin, a strong evidence that the area is under a high state of degradation, which continues to increase. It is verified that 80% of the micro-basin presents a high risk of vulnerability to desertification. According to the dating of the pedestals, two mo ments proved to be of great relevance: the first, when 16% of the pedestals started, indicates a driving force that boosted erosion in the 1960s. Among the main facts that may have facilitated the erosion is the construction of a side road in the upper part of the micro-basin. The second moment, when the formation of 80% of the pedestals began, corresponds to the 1990s, when there was a resurgence of the intense cultiva tion of Agave sisalana in the region, which included production on steep slopes without conservative practices. Between these two moments there was a pause in the 1980s, when virtually no pedestals were formed. During this period there was a drastic reduc tion in the cultivation of Agave sisalana in the basin. This leads us to point out the construction of the side road and the cultivation of Agave sisalana on the slopes as the most likely factors that triggered the intense degradation of the area. After 2010, there was a considerable reduction in the generation of new pedestals. The micro-basin is in an advanced process of degradation by water erosion, and the region must be rec ognized among those that are in desertification.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Recôncavo da Bahiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectProdução de sedimentospt_BR
dc.subjectUSLE (Equação Universal de Perda de Solos)pt_BR
dc.subjectVANT (Veículo Aéreo não Tripulado)pt_BR
dc.subjectErosão laminar - Microbaciapt_BR
dc.subjectImpacto ambiental - Desertificação - Análisept_BR
dc.subjectDronept_BR
dc.titleErosão em uma microbacia em desertificação no médio curso do Rio Salitre, BApt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.resumoEste trabalho tem como objetivo avaliar a erosão laminar de uma microbacia (16 ha) em desertificação, buscando identificar as causas de sua degradação. A área de estudo está situada no médio curso do Rio Salitre, localizado em Campo Formoso, na Bahia. Para tanto, foram coletados dados de solo, topografia e uso e ocupação da área. A caracterização da topografia usou veículo aéreo não tripulado (VANT) com equipamento ótico de precisão. A Equação Universal de Perda de Solos (USLE) foi parametrizada e aplicada para o cálculo da erosão bruta, cujo valor, multiplicado pela razão de aporte de sedimentos (SDR), permitiu estimar a produção de sedimentos devido à erosão laminar. Esse valor foi comparado à taxa de formação de solos na região. Adicionalmente, foram calculadas as idades de 53 pedestais, microeleva ções que resistiram à erosão laminar devido à presença de raízes. Os resultados mos tram que a produção anual média de solo na microbacia foi de 71 Mg ha-¹, magnitude de três a cem vezes maior que a taxa de formação de solos no local. O limite de tolerância anual de perda de solo é de 1 Mg ha-¹, valor setenta vezes menor que a produção de sedimentos na microbacia, uma robusta evidência que a área se encon tra sob elevado estado de degradação, que continua a evoluir. Verifica-se que 80% da microbacia apresenta alto risco de vulnerabilidade à desertificação. Segundo a da tação dos pedestais, dois momentos mostraram-se de grande relevância: o primeiro, quando 16% dos pedestais tiveram início, indica uma força motriz que impulsionou a erosão nos anos 1960. Entre os principais fatos que podem ter facilitado a erosão, está a construção de uma estrada vicinal na parte alta da microbacia. O segundo mo mento, quando teve início a formação de 80% dos pedestais, corresponde aos anos 1990, quando ocorreu o recrudescimento do cultivo intenso de Agave sisalana na região, que incluiu a produção nas encostas íngremes sem práticas conservativas. Entre esses dois momentos houve uma pausa nos anos 1980, quando praticamente ne nhum pedestal se formou. Nesse período houve uma drástica redução no cultivo de Agave sisalana na bacia. Isso nos leva a apontar a construção da estrada vicinal e o cultivo de Agave sisalana nas encostas como os fatores mais prováveis que desenca dearam a intensa degradação da área. Após 2010, houve uma considerável redução na geração de novos pedestais. A microbacia está em avançado processo de degradação por erosão hídrica, e a região deve ser reconhecida entre as que se encontram em desertificação.pt_BR
dc.degree.levelMestrado Acadêmicopt_BR
dc.contributor.advisor1Araújo, José Carlos de-
dc.contributor.referee1Silva, Álisson Jadavi Pereira da-
dc.contributor.referee2Santos, Celso Augusto Guimarães-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicaspt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Agrícolapt_BR
dc.publisher.initialsUFRBpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLApt_BR
dc.subject.enSediment productionpt_BR
dc.subject.enUSLE (Universal Soil Loss Equation)pt_BR
dc.subject.enUAV (Unmanned Aerial Vehicle)pt_BR
dc.subject.enLaminar erosion - Microbasinpt_BR
dc.subject.enEnvironmental impact - Desertification - Analysispt_BR
dc.subject.enDronept_BR
Appears in Collections:CCAAB - PPGEA - Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DJALMA SANTOS DE JESUS_Dissertação.pdf4,96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.