Caboclo - Repositório Institucional UFRB CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas CCAAB - Cursos de Graduação CCAAB - Bacharelado em Biologia - TCC
Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2391
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.degree.level: Bacharelado
Title: Variação morfológica inter populacional de cascavel, Crotalus durissus, Linnaeus 1758 (Serpentes, Viperidae) no Nordeste Brasileiro
metadata.dc.creator: Santos, Caio Eloi dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Protázio, Arielson dos Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Protázio, Airan dos Santos
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Marcos Roberto Rossi dos
metadata.dc.description.resumo: A cascavel Crotalus durissus é a única espécie do gênero presente no Brasil, sendo característica de regiões áridas abertas e, eventualmente, encontradas em áreas de mata. Atualmente 10 subespécies são reconhecidas, evidenciando o problema taxonômico em que a espécie está envolvida. Estudos destinados à descrição da morfologia dos animais tem sido a base para descrição de novas espécies e também tem ajudado na identificação de variações associadas a adaptações alimentares e do uso do espaço. Este estudo buscou verificar a existência de diferenças merísticas e morfométricas em diferentes populações de C. durissus no nordeste brasileiro. Trinta e cinco exemplares foram analisados, oriundos de 18 municípios e 5 regiões. A Análise dos Componentes Principais e a análise de Cluster foram utilizadas para verificar diferenças morfológicas entre os indivíduos considerando as populações enquanto o correlograma de Moran I foi utilizado para verificar a presença de estrutura espacial. Espécimes de C. durissus evidenciaram semelhanças morfológicas entre todas as populações. A ACP das variáveis merísticas e morfométricas não separou de maneira clara as populações, indicando compartilhamento de características morfológicas. Ainda assim, houve distinção morfométrica com as populações da região metropolitana e do centro-sul ficando juntas no mesmo espaço morfométrico e a população de Feira de Santana e do São Francisco ficando juntas no mesmo espaço. Houve estrutura espacial, evidenciando que populações mais próximas geograficamente também possuem maior semelhança morfométrica. No entanto, populações próximas também exibiram variação morfométrica. O Cluster mostrou que as populações mais similares foram as da região metropolitana e a do centro-sul e população mais dissimilar foi a do Maranhão. A similaridade morfológica encontradas nas populações de C. durissus reforça a origem comum da espécie, dando subsídios para a definição de ausência de subespécies distintas dentro de C. durissus. Assim, as variações encontradas aqui possivelmente são de origem ontogenética.
Keywords: Distribuição geográfica
Cascavel
Variáveis merísticas
Variáveis morfométricas
Nordeste do Brasil
Abstract: The rattlesnake Crotalus durissus is the only species of the genus present in Brazil, being characteristic of open arid regions and, possibly, found in forest areas. Currently 10 subspecies are recognized, evidencing the taxonomic problem in which the species is involved. Studies aimed at describing the morphology of the animals have been the basis for the description of new species and have also helped in the identification of variations associated with food adaptations and the use of space. This study sought to verify the existence of meristic and morphometric differences in different populations of C. durissus in Northeast Brazil. Thirty-five copies were analyzed, from 18 municipalities and 5 regions. The Principal Components Analysis and Cluster Analysis were used to verify morphological differences between the individuals considering the populations and the Moran I correlogram was used to verify the presence of spatial structure. Specimens of C. durissus showed morphological similarities among all populations. The PCA of the meristic and morphometric variables did not clearly separate the populations, indicating the sharing of morphological characteristics. Nevertheless, there was a morphometric distinction among the populations of the metropolitan region and the center-south sharing the some space in the same morphometric space while the population of Feira de Santana and São Francisco staying together in the same gathere in another morphometric. There was a spatial structure, evidencing that geographically close populations also have greater morphometric similarity. However, nearby populations also exhibited morphometric variation. The Cluster showed that the most similar populations were those of the metropolitana region and the centro-sul and most dissimilar population was that of Maranhão. The morphological similarity found in the populations of C. durissus reinforces the common origin of the species, giving subsidies for the definition of absence of distinct species within C. durissus. Thus, the variations found here are possibly of ontogenetic origin.
metadata.dc.subject.en: Geographic distribution
Rattlesnake
Meristic variables
Morphometric variables
Northeastern of Brazil
Publisher: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
metadata.dc.publisher.department: CCAAB - Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas
Issue Date: 15-Mar-2018
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/2391
Appears in Collections:CCAAB - Bacharelado em Biologia - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Variacao_Morfologica_Interpopulacional_TCC_2018.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.