Caboclo - Repositório Institucional UFRB CCS - Centro de Ciências da Saúde CCS - Cursos de Graduação CCS - Bacharelado em Enfermagem - TCC
Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/1981
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
metadata.dc.degree.level: Bacharelado
Title: HIV/AIDS: relações interpessoais de mulheres após o diagnóstico
metadata.dc.creator: Carvalho, Letícia Falcão de
metadata.dc.contributor.advisor1: Almeida, Lilian Conceição Guimarães de
metadata.dc.contributor.referee1: Marques, Patrícia Figueiredo
metadata.dc.contributor.referee2: Souza, Oade Oliveira Cunha de
Citation: CARVALHO, Letícia Falcão de. HIV/AIDS: relações interpessoais de mulheres após o diagnóstico. 2015. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Santo Antônio de Jesus, 2015.
metadata.dc.description.resumo: Ocorreram diversas mudanças no perfil epidemiológico do HIV/AIDS ao longo dos anos, principalmente quando nos referimos ao aumento no número de mulheres infectadas pelo vírus e suas implicações, que se repercutem de diferentes formas na sociedade. Este estudo buscou conhecer como se dão as relações interpessoais de mulheres após o diagnóstico de HIV/AIDS. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo e natureza descritiva realizada no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA/SAE) do município de Santo Antônio de Jesus (SAJ). Foram entrevistadas 12 mulheres com diagnóstico de HIV/AIDS, no período compreendido entre setembro a novembro de 2014. A entrevista gravada foi utilizada como estratégia de coleta de dados através de um roteiro semiestruturado, foi usado a análise de conteúdo, definição da categorização e interpretação com uso de outros estudos que abordavam a temática. O estudo se configura como um recorte do projeto “Desenvolvimento de estratégias de vigilância, controle e redução da transmissão do HIV/Aids em mulheres de Santo Antônio de Jesus-Bahia”, projeto já submetido e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, através do número do parecer 191.710. Os resultados possibilitaram conhecer de que forma as relações interpessoais se caracterizam após o diagnóstico, evidenciando que todas as entrevistadas relatam algum tipo de situação conflituosa após a descoberta e compartilhamento da sorologia. Conversar sobre o diagnóstico ainda se constitui como um entrave pelo medo do preconceito e discriminação, justificados pelos estigmas que ainda circundam a epidemia e medo principalmente relacionado aos familiares e ao parceiro, o que resulta em alguns casos pelo silêncio. Percebe-se que quando o parceiro já possui a sorologia para o HIV ou já tinha conhecimento sobre a sorologia da parceira o enfrentamento e compartilhamento não são considerados por elas um problema. Além disto, foram relatados os sentimentos dessas mulheres perante o vírus e suas dificuldades em aceitar o diagnóstico. Neste contexto, percebe-se que o empoderamento da mulher é considerado um ponto fundamental para que auxilie no processo de enfrentamento e aceitação do seu novo status sorológico. Os resultados demonstraram também a atuação dos profissionais quanto a criação de confiança e vínculo com estas mulheres, demonstrando que todas se sentem confortáveis para esclarecer dúvidas e relatar experiências vivenciadas. Além disso, identifica-se a necessidade de ampliar as orientações e condutas dos profissionais, ver esta mulher não apenas como portadora do vírus, mas de uma forma integral, principalmente quando nos referimos às mudanças e sentimentos vivenciados pelas mesmas após o diagnóstico, necessitando criar uma rede de apoio no serviço, família e com o parceiro.
Keywords: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
Vírus da Imunodeficiência Humana
Mulher
Santo Antônio de Jesus (BA)
Relação interpessoal
Abstract: There were several changes in the epidemiological profile of HIV / AIDS over the years, especially when referring to the increase in the number of women infected with the virus and its implications, which are reflected in different ways in society. This study sought to know how to give the interpersonal relations of women after the diagnosis of HIV / AIDS. It is a qualitative research and descriptive held at the Counseling and Testing Center (CTA / SAE) in the municipality of Santo Antônio de Jesus (SAJ). We interviewed 12 women diagnosed with HIV / AIDS in the period from September to November 2014. The recorded interview was used as data collection strategy through a semi-structured script was used content analysis, definition of categorization and interpretation with use of other studies that addressed the issue. The study is configured as a project of the crop "Development of surveillance strategies, controlling and reducing the transmission of HIV / AIDS in women of Santo Antônio de Jesus, Bahia," as project submitted and approved by the Ethics Committee of the Federal University Reconcavo of Bahia, through the opinion 191 710 number. It was possible to know how interpersonal relationships are characterized after diagnosis, showing that all interviewees reported some kind of conflict situation after the discovery and sharing of serology. Talk about the diagnosis still constitutes as an obstacle by fear of prejudice and discrimination, justified by the stigmas that still surround the epidemic and fear mainly related to family and partner, which results in some cases by silence. It is noticed that when the partner already has HIV status or had knowledge of the serology of partner facing and sharing are not considered by them a problem. In addition, the feelings of these women were reported before the virus and its difficulties in accepting the diagnosis. In this context, it is clear that women's empowerment is considered a fundamental point to assist in the coping process and acceptance of its new HIV status. The results also showed the work of professionals and the creation of trust and bond with these women, showing that all feel comfortable to answer questions and relate life experiences. It identifies the need to broaden the guidelines and conduct of professionals, see this woman not only as a carrier of the virus, but in an integral way, especially when we refer to changes and feelings experienced by them after diagnosis, needing to create a support network in the service, family and partner.
metadata.dc.subject.en: Acquired Immunodeficiency Syndrome
Human Immunodeficiency Virus
Women
Santo Antônio de Jesus (BA)
Interpersonal relationship
Publisher: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
metadata.dc.publisher.department: CCS - Centro de Ciências da Saúde
Issue Date: 2015
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE DOENCAS CONTAGIOSAS
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufrb.edu.br/jspui/handle/123456789/1981
Appears in Collections:CCS - Bacharelado em Enfermagem - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hiv_Aids_Relacoes_TCC_2015.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.